Eleições americanas e a conjuntura mundial

Eleições americanas e a conjuntura mundial

 

A eleição presidencial nos Estados Unidos em 2020 será realizada em 3 de novembro. Será a 59.ª eleição presidencial que ocorrerá simultaneamente com as eleições para a Câmara dos Representantes e o Senado, além de várias disputas estaduais. De um lado existe a possibilidade de reeleição do republicano Donald Trump, e do outro, o democrata Joe Biden, ex-vice de Barack Obama, que vem ganhando força nas pesquisas, com 6 pontos à frente de Donald Trump, puxado pela desaceleração causada pela pandemia e pela melhora da economia americana.

Apesar da vantagem do candidato democrata, a corrida eleitoral ainda não terminou. 
Pelo contrário, está ainda no começo e muito se espera uma estratégia de Donald Trump para recuperar o seu favoritismo.

Por se tratar da eleição do presidente de um dos países mais influentes no cenário político internacional, o mundo está de olho nos resultados. Os atritos comerciais com a China devem continuar e, à medida que as eleições se aproximarem, pode haver uma intensidade de “ataques” levando em consideração que Trump tem uma base aliada forte contrária a China. Isso traz volatilidade e um toque de incertezas no mercado financeiro.


Compartilhe: